segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Três anos

No começo, um simples diário. Queria que ficasse escondido como tantos outros diários e agendas que, até hoje, tenho guardados em casa. Mas não. Impossível. Uma vez na Internet, as minhas palavras espalham-se como folhas de papel jogadas do alto de um edifício.

Depois, um lugar onde eu compartilho tanta coisa. Tanta coisa a ser dita. Tanta coisa a ser comentada. Tanta coisa a ser apresentada. Tanta coisa.

Caro(a) leitor(a), eu não sei se este é o seu primeiro post ou o seu centésimo a ser lido aqui. Não sei se você é meu amigo ou se mora em outro país. Eu não sei se você se interessa por cada coisa que eu escrevo ou se acha tudo uma completa bobagem. Isso eu não sei. O que eu sei é que, através de cada coisinha que escrevo aqui, compartilho um pouco de mim. Um pouco das minhas alegrias e tristezas, talvez. Um pouco da minha indignação ou animação. Ou um pouco de mim. Ou talvez muito. Não sei.



Parabéns! São três anos de blog. No começo, acho que eu estava meio indecisa de como seria tudo isso aqui, mas fico feliz com o resultado até agora. Este blog "me acompanhou" em vários momentos importantes da minha vida nestes últimos três anos. Um lugar para desabafar, para cantar, para declarar. E é isso, parabéns, Flor de Lidi, pelos seus três anos.

Um, dois, três, milhões de motivos para comemorar esse espaço tão almejado por mim em outra década. Um espaço onde eu pudesse escrever cada ideia e tivesse toda a coragem de mostrar. E que pessoas lessem. Diferentes pessoas. Como aquele almejado livro que, um dia, talvez, escreverei. É muito bom ter este espaço aqui.

3 comentários:

Jehiel Casaes disse...

Obrigado por existir, blog flordelidi.blogspot.com!

Lidiane Ferreira disse...

Oi, Jê!
Obrigada por apreciar o meu blog. Sabia que você gostava de lê-lo, mas não imaginava que era tanto.. rs Beijo!

Jamile disse...

Esse blog é edificante.