segunda-feira, 22 de março de 2010

Abuso de remédios: fuga da realidade e desespero

Heath Ledger, Michael Jackson, Brittany Murphy e Corey Haim. O que eles têm em comum?! Artistas famosos, com milhares de fãs pelo mundo a fora. Seja no cinema ou na música, essas pessoas fizeram muito sucesso. No entanto, há outro fato em comum: todos tiveram uma morte trágica, por conta do abuso de remédios, a chamada overdose.

Overdose é uma palavra de origem no inglês. Over significa acima e dose é quantidade. Acima da quantidade necessária ou que se pode suportar. Dor de cabeça, ansiedade, depressão? Um remédio aqui, outro ali, não faz mal. O médico receita ou às vezes o próprio paciente procura na internet. Uma dose, duas, dez, o vício.

É triste ver mortes trágicas assim. Não por se tratar de pessoas famosas. A morte de Corey Haim na semana passada foi bem chocante pra mim. Primeiro, porque eu tinha uma visão muito boa e legal dele, aquele rostinho de menino esperto do filme Os garotos perdidos. Segundo, por conta das circustâncias de seu óbito, eu não sabia que ele estava nesse estado tão terrível. Até o rosto dele expressava a tristeza e angústia do vício, bem diferente do seu contemporâneo, amigo e xará Corey Feldman - para não dizerem que é a idade.

O que mais me entristece é saber que essas pessoas buscavam consolo em coisas - remédios e drogas. Elas buscavam paz, algo que pudesse preencher suas vidas, ainda que tivessem sucesso, fama e dinheiro . Não era suficiente, havia um vazio. E claro que havia um vazio, um vazio do tamanho de DEUS.

Talvez alguns me tachem como proselitista-oportunista (por aproveitar a notícia apra evangelizar, e sou mesmo, ué!), mas digo com toda a firmeza que todos os vícios são uma espécie de fuga da realidade, um desespero em busca de algo para preencher um vazio. Pode vir euforia, uma falsa alegria pelo uso desses remédios e drogas, mas é tudo passageiro... se esvanece e a pessoa tem que consumir mais e talvez nem sinta o mesmo efeito do início (não sei ao certo, porque nunca usei, graças ao Deus que tenho no coração).

Então, a matéria do G1 que vi hoje. Leia, reflita e aja - se preciso.

3 comentários:

Alegria Plena. disse...

vim retribuir,rsrs... Já coloquei o link pra seu site! Mto chique vc hein?Adorei,rs.bj

dalmeida89 disse...

Bom post.. :P Pior é pensar que para aqueles que não conhecem o Deus verdadeiro, não só os vícios, mas tudo na vida é uma tentativa de preencher um vazio impreenchível... Até mais :*

Lidiane Ferreira disse...

Para Alegria Plena:
Obrigada, Lety, pela sua mensagem e pelo link no sue [fofo] blog. Rsrsrs Beijo!

Para dalmeida89:
É verdade, as pessoas usam coisas/pessoas, partem em loucos tipos de busca para preencher o vazio de suas almas. O vazio não é impreenchível e sim preenchido por Jesus.