quarta-feira, 26 de maio de 2010

Alienista

Em 1882, foi publicada uma das mais conhecidas obras de Machado de Assis, O Alientista. O livro conta a história de Simão Bacamarte, um médico que se envereda na área de psiquiatria e cria, na vila de Itaguaí, o hospício Casa Verde. A partir daí, Simão começa a internar as pessoas da localidade, por achar que todas são loucas. Mas não seria ele o louco? Leia o livro - se ainda não leu - para conhecer essa história.

O livro é apenas uma ilustração que faço a um tema muito sério. Jugalmento. Não falo aqui da Justiça e das entidades responsáveis por observar o cumprimento das leis no país ou no mundo. Falo sobre o julgamento feito de uma pessoa para outra.

"Não julgueis, para que não sejais julgados." Mateus 7.1. Jesus é bem claro quanto ao excessivo julgamento que os homens fazem entre si. Ele continua nesse mesmo capítulo: "E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão." (vs 3 a 5).

Eu não entendendo porque algumas pessoas insistem em julgar atitudes de outras. São "Simões Bacamartes" que acham que estão em perfeito juízo e que todos os outros são loucos. Ou pessoas que acham são donas da verdade ou investidas de tal autoridade que podem sair apontando o dedo em riste a qualquer um.

Por falar nesse dedo em riste, dizem que, quando você aponta para uma pessoa, seu indicador fica voltado para ela e os outros dedos ficam apontados para você. Bem, fazendo um teste hoje, descobri que o polegar também fica apontado para pessoa, mas a desvantagem continua.

Jesus é perfeito e mesmo assim não atirou a pedra na mulher adúltera. Pelo contrário, confrontou os "santos" que queriam humilhá-la na rua.

Se for pra exortar, que exorte em amor.

Um comentário:

kk disse...

Então...
Façamos isso Parceria! É tão bom conhecer as pessoas sem se precipitar com conclusões ilusórias... ir descobrindo e aprendendo a conviver!!! rsrsrs

"Se possível for tendes paz uns com os outros"

vlw