segunda-feira, 10 de novembro de 2008

O plano perfeito

Você já assistu O plano perfeito? (Inside man, 2006). Com Clive Owen, Denzel Whashington e Jodie Foster (ótimos atores!), o filme mostra um assalto a banco muito bem planejado - uma pena que a inteligência às vezes é utilizada para o mal.

Esse assalto possui várias características interessantes e uma delas me chamou bastante atenção: o tempo. Ao contrário de outras ações criminosas mostradas em outros filmes ou mesmo na vida real, esses ladrões têm bastante paciência, "paciência de Jó" praticamente e aguardam o tempo que for necessário para que seu plano saia conforme planejaram.

O que poderia ser rápido transforma-se em algo tão demorado que intriga a polícia do filme e até mesmo o espectador do longa. Bem que um ditado popular diz "A pressa é inimiga da perfeição".

Isso me fez refletir sobre a vida e sobre o quanto somos tão imediatistas. As horas passam voando e temos a "necessidade" de ver as coisas sendo resolvidas rapidamente. Ninguém quer mais esperar. Mas qual o preço de tanta pressa?

Será que o "plano seria perfeito" se eles tivessem urgência? Acredito que não. Da mesma forma é nossa vida. Tudo tem seu devido tempo (leia Eclesiastes 3). Então, só resta mesmo esperar... descansa... confiar... alegrar-se em Deus (Salmo 37:3-7a). Enquanto o mundo corre, eu passeio apreciando a vista....

"Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima." Tiago 5:8

2 comentários:

Jamile disse...

Mto bom esse post!!
Me fez refletir sobre o meu tempo e o quanto uma má administração do tempo nos afeta. Que nós possamos aprender a 'remir o tempo'.
=D

Lidiane Ferreira disse...

Legal sua observação, Mlle, sobre algo que nem tinha pensando tanto qnd escrevi esse post. Eu tinha pensado mais sobre o fato de sermos cada vez mais imediatistas e impacientes. ;D
"Remindo o tempo, porque os dias são maus". Tava pensando nesse versículo esta semana.... =]
=***